Bate-papo Célula

CRESCENDO COM O PERDÃO

Gênesis 45:1-15

• A história de José é uma história muito rica além de muito inspiradora. O estudo de hoje
registra um dos momentos mais desafiadores em sua vida, marcada por muitas dificuldades,
o dia do perdão.
• Benjamin Franklin disse “As três coisas mais difíceis do mundo são: guardar um segredo,
perdoar uma ofensa e aproveitar o tempo.
• Perdoar não é fácil, pelo contrário, na maioria das vezes é extremamente difícil para qualquer
ser humano, porém é condição básica para se ter uma relação saudável com Deus.
(Leia Mateus 6:12-15 e Lucas 6:37).
- David Semands, afirma que quando nos negamos a perdoar a outros, passamos a sofrer
com o que ele chama de “torturadores ocultos”, que assumem a forma de enfermidades,
sentimentos de culpa, auto-depreciação, insônia, distúrbios alimentares, dependência de
drogas, conflitos pessoais e conduta autodestrutiva.
Você acredita que ausência de perdão traz prejuízo para nossa saúde física? E espiritual? Você
conhece alguma história que ilustra essa verdade?
Leia Salmo 32:3 e Salmo 51:3.
Na sua opinião, o que levou José a perdoar seus irmãos depois de ter sofrido tanto por causa
deles?
Nos nossos dias, quais as maiores dificuldades que enfrentamos na hora de perdoar quem
nos ofendeu ou pedirmos perdão quando machucamos alguém?
(Leia Mateus 6:14 e Marcos 11:25,16). Quais lições sobre o perdão que aparece nos versículos?
1 - Perdoar é esquecer?
• Perdoar não significa esquecer ou negar as coisas dolorosas que aconteceram, mas é a poderosa
convicção de que as coisas ruins não estragarão o seu presente, mesmo que possam
ter estragado o seu passado. (Leia Gênesis 45:3-5)
• Fred Luskin, no livro o poder do perdão, afirma que:
1. “Não é pelo fato de alguém ter me feito sofrer um dia, que devo sofrer indefinitivamente.”
2. “Uma vida bem vivida é a melhor vingança.”
Que lições podemos tirar dessas duas afirmações? Elas são verdadeiras?
2 - Arrependimento, perdão e recomeço.
Qual a primeira condição para que alguem seja perdoado? (Leia Lucas 17:3-4)
LEMBRE-SE
“O perdão é o maior instrumento, depois do amor, para se reconstruir uma história”